quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

A FAMILIA E AS DROGAS
Por  Moisés Sampaio

COMO IDENTIFICAR SE UM MEMBRO DE SUA FAMÍLIA USA DROGAS?

Para que a família possa identificar se um ente querido está usando e/ou se tornou um dependente de drogas e possa ajudá-lo, é preciso que ela perceba os seguintes sintomas:

1.       HORÁRIO - Falta de horário para se alimentar, chegar em casa ou irresponsabilidade com compromissos simples como: dentista, viagens, encontros etc.
2.       DESISNTERESSE - Desinteresse pelo trabalho, escola, esportes, baixo rendimento ou falhas excessivas na escola.
3.       AUTO-ESTIMA - Perda da auto-estima: uso de roupas sujas, falta de vaidade, falta de higiene pessoal, mentiras grosseiras para justificar falhas e faltas no convívio social, familiar e profissional.
4.         DELITOS - Pequenos furtos dentro de casa: dinheiro da bolsa, da cômoda, "sumiço" de roupas ou de objetos;
5.       COMPANHIAS - Péssimas companhias: o dependente começa a andar e namorar outras pessoas com o mesmo tipo de problemas que ele é, a chamada identificação.

Ainda no caso da dependência de drogas, é comum a pessoa apresentar alguns comportamentos como irritabilidade, agressividade, atitudes como isolamento. Pode ainda se expor  a ambientes de risco tais como:
·         Estar em áreas não seguras da cidade,
·         Interagir com pessoas envolvidas com o tráfico, ou
·         Se engajando em atividades ilícitas para sustentar a dependência.

Se estes sintomas de comportamento estão ocorrendo com o seu filho (ou parente), você provavelmente precisará agir, mesmo com a não concordância dele.

COMO AGIR?
1, DIÁLOGO - Em primeiro lugar, chamá-lo para uma conversa sincera e honesta sobre seu envolvimento,

2. AJUDA - Oferecer-lhe ajuda em todos os níveis, principalmente emocional.

3. SINCERIDADE - Deixar bem claro que você o (a) ama, mas não concordar, nem aceitar a maneira que ele esta vivendo.

4.INTERNAÇÃO - Finalmente, esgotadas todas as possibilidades,  entre em contato com a  ACALFA, PROJETO EBENEZER  e converse com um de nossos atendentes para saber como agir e qual o caminho a ser tomado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário